Tag Archives: sentimento

Sentimentos

A cabeça para de se ocupar por um segundo e o peito grita, um grito tão silencioso que quase mata a minha alma, tampo os ouvidos e tento pensar em outras coisas na esperança de não escutar, mas não adianta, isso me persegue. Ultimamente é um grito mais suave, já não tento não escutar e até me pego rindo de vez em quando, mas ainda dói e o arrependimento ainda esta aqui dentro e grita junto uma vez ou outra.
Eu à amo, penso nela o dia inteiro, numa música, numa comida, numa palavra ou simplesmente num pensamento qualquer, eu à ‘vejo’ em qualquer lugar, em qualquer pessoa, não é fácil tirar a sua vida dos seus pensamentos.
A melhor coisa que aconteceu em toda a minha vida: conhecê-la!
Minha loira do Bom Jesus ou não mais minha e nem mais loira. Sua Menina do Sushiaki ou não literalmente, mas ainda sim totalmente sua. A minha cabeça recria as memórias à toda hora, ás vezes até me sinto como se estivesse num filme, passo horas observando o cenário, as falas, os gestos, as protagonistas, o momento, tudo.

Shopping Curitiba; Palladium; matsuri; aliança; natal; primeira; fogos; morango; Peggy Sue; Kauf; 2009; pérolas; feirinha; tapioca; bacon; botânico; tatuagem; Cultura; vida; Brighton; panico; praia; panda; atletiba; cobrinha; comida; promessas; café; amor; sorrisos; Beatles; amizade; planos; músicas; filmes; eternidade; dueto; outubro; família; aishiteru; holly; infinito; signo; chá; crocs; piscina; porquinha; naomily; circular sul; rosas; olhar; Bom Jesus; …

Pensando bem, talvez eu não à amo, talvez o sofrimento seja por não ser importante pra alguém que ainda é, e muito, ou não ser mais o amor de alguém, alguém não, o dela. Talvez seja porque outra pessoa terá (e já tem) o sorriso mais lindo que eu já pude ter, talvez seja por outra pessoa ter a minha vida em suas mãos, mas não que isso seja amor, não é mesmo? Na verdade, nem sei mais o que é amor, nem sei mais o que eu sinto ou do que eu sou capaz de sentir. Talvez eu seja narcisista demais pra amar alguém além de mim.
A segunda melhor coisa na minha vida: perdê-la!
Como uma boa narcisista, ás vezes preciso pensar em mim, então na mesma proporção que conhecer me fez crescer, perder também me fez crescer muito, a única diferença que por um motivo eu aprendi da melhor forma, sendo feliz e pelo outro motivo foi da pior. Sempre tento encontrar o lado bom em tudo e ainda estou procurando alguns que me façam seguir em frente, pra ser bem sincera não esta sendo nada fácil, mas eu sou a pink né?! Hoje eu sou outra pessoa, melhor com certeza, muita coisa mudou e muita coisa boa esta acontecendo desde que à perdi.
Parece que eu acabei de acordar de um sonho e tudo o que eu mais quero é voltar pra ele. Foram os melhores quatro anos da minha vida, passei ao lado dela momentos importante para mim que nunca conseguirei esquecer, está tão difícil me acostumar com a ausência da companhia dela, do colo, da intimidade, de tudo.
Eu não quero esquecê-la, é o sentimento mais sincero e bonito que já teve dentro de mim e não quero perdê-lo, não importa, eu só guardo as coisas boas e só desejo que ela seja feliz, mesmo não sendo eu o motivo da felicidade.
Se daqui há 10 anos vou olhar pra minha tatuagem e lembrar dela? Com um sorriso e um brilho nos olhos, daqui até a eternidade.

infinito

“Serás o meu amor,
Serás a minha paz!” ♥